Ir para o conteúdo

Prefeitura atende pacientes em casa

12 de abril de 2019

Em Bertioga, doentes crônicos que não apresentam condições de se locomover até os serviços de saúde têm tratamento mais humanizado com o programa ‘Melhor em Casa’. Uma Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar (EMAD) trata estes pacientes nas residências. Além de aproximar o cuidado médico à rotina da família, evita hospitalizações desnecessárias e prevê a rotatividade deleitos hospitalares. A equipe, que conta com médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem e assistente social, atende a 72 pacientes.

 

O programa cuida de pacientes crônicos, como os atingidos por Acidente Vascular Cerebral (AVC), doenças degenerativas, oncológicos, pacientes em cuidados paliativos etc, seguindo critérios pré-estabelecidos pelo Ministério da Saúde. O paciente, obrigatoriamente, tem que ter um cuidador que siga as orientações e faça os cuidados quando a equipe não estiver presente. Os assistidos pelo Melhor em Casa podem apresentar melhora e sair do programa de assistência ou continuar recebendo cuidados se o quadro clínico não regredir.

 

Os procedimentos realizados vão desde curativos, aferição de pressão arterial, troca de sondas, coleta de exames laboratoriais e aplicação de vacinas; até ‘oxigenoterapia’, que é o fornecimento de oxigênio para pacientes com doença pulmonar crônica. Entre as ações realizadas pela equipe médica estão também orientações sobre cuidados, banho, locomoção e mudança de posição na cama.

 

Os pacientes são incluídos no programa a partir de indicação médica, que pode ser feita pelos profissionais médicos que atendem no Hospital Municipal ou na Atenção Básica.