Ir para o conteúdo

Ecoturismo em Bertioga

Bertioga conta com diversas trilhas para visitação.

Confira as opções:

Trilha do Guaratuba: Localizada no Loteamento Costa do Sol, possui nível médio de dificuldade e o acompanhamento de monitores credenciados é obrigatório. Seu percurso de 4km apresenta  travessia de rio, passando por áreas de restinga baixa e alta, mata de encosta e mata ombrófila densa

Trilha d’Água: Localizada no Bairro Mangue Seco é um atrativo especial, que tem como diferenciais, seu aspecto educativo. Ela permite conhecer o processo de mudança da vegetação de Mata Atlântica preservada, passando pelo manguezal, restinga, mata palutosa, de encosta e ombrófila densa. Além disso, possui atrativos culturais, com a passagem pela linha do bondinho da Usina Itatinga e a ponte de ferro do Rio Guaranduva. Complementa o passeio, a aventura da travessia de barco pelo Rio Itapanhaú na ida e na volta. Com 2,7km de extensão, esta trilha de nível médio de dificuldade também necessita de monitoramento credenciado.

Trilha da Torre 47: Pertinho do Centro, a trilha passa pela histórica Ponte da Banana e adentra em uma densa vegetação de mata atlântica e restinga. O trajeto passa por um linhão de energia até a torre de transmissão 47, chegando até a cachoeira que leva o mesmo nome da trilha. Além de contemplar diferentes ecossistemas, o visitante tem como opções de lazer belas cachoeiras e piscinas naturais. O lugar é ideal para rapel, trekking, observação de aves (birdwatching), fotografia da natureza e banho de rio.
Extensão: 2.240 metros
Grau de dificuldade: Médio
Tempo estimado: 4 horas (ida e volta)

Trilha do Vale Verde: De fácil acesso, é excelente para crianças e pessoas da melhor idade. Atravessa áreas de restinga e de proteção ambiental do rio Itapanhaú, até chegar a um grande poço com uma pequena praia cheia de histórias. Ideal para esportes náuticos, como boia cross e rafting, atividades de educação ambiental e lazer à beira do rio.
Extensão: 2.500 metros
Grau de dificuldade: Médio
Tempo estimado: 4 horas (ida e volta)

Trilha da Casa de Pedra do Rio Itapanhaú: Atravessando a pé ou de barquinho o rio Itapanhaú, encontramos a histórica Casa de Pedra, construção feita pelos Ingleses, com vasta área gramada ao seu redor ideal para camping e recreação. Ao lado da encosta da Serra do Mar e das águas claras e mansas do rio Itapanhaú, permite contato direto com a restinga alta e a prática de esportes náuticos, como boia cross, rafting e travessia de barco, além de opções de lazer nas diversas piscinas naturais.
Extensão: 500 metros
Grau de dificuldade: baixo
Tempo estimado: 1 hora (ida e volta)

Trilha do Véu da Noiva: A trilha dá acesso à maior cachoeira da região, também conhecida como Cachoeira do Elefante. O percurso inicia na Casa de Pedra e permeia parte do rio Itapanhaú, passando por diversas prainhas e poções para mergulho. Além da paisagem deslumbrante, é possível praticar atividades como trekking, rafting, canoagem, boia cross, rapel e tirolesa.Extensão: 1.750 metros
Grau de dificuldade: Médio a Alto
Tempo estimado: 7 horas (ida e volta)

Trilha da Família Pinto: É a área de maior incidência de animais de médio e grande porte, como aves e répteis. Ótimo para trekking, programas educacionais, fotografia da natureza e observação de aves (birdwatching).
Extensão: 5000 metros
Grau de dificuldade: Médio
Tempo estimado: 6 horas (ida e volta)

Trilha da Garganta do Gigante: Trilha esportiva de alto impacto, exige preparo físico para longos percursos. O acesso inicia por meio de canoas no Rio Itaguaré e a caminhada é realizada por trechos alagados, possuindo diversos obstáculos naturais como vales e rios. Saindo da trilha da Família Pinto, o trajeto percorrendo todo o pé da serra, até chegar à Garganta do Gigante, a 300 metros de altitude. O lugar é ideal para observadores de aves e fotógrafos de natureza.
Extensão: 18.000 metros
Grau de dificuldade: Alto
Tempo estimado: 10 horas (ida e volta)

Trilha Ribeirão dos Monos: Trilha de alta intensidade, atravessando vegetação densa, rios e lagos. Ideal para esportistas e aventureiros preparados, proporciona a quem encara esse desafio muita emoção e paisagens deslumbrantes. Possibilita aos visitantes atividades como fotografia da natureza, observação de aves e opção de lazer no Rio Vermelho.
Extensão: 4.600 metros
Grau de dificuldade: Alto
Tempo estimado: 3 horas (ida e volta)

Trilha do Morro do Itaguá (Aeromoças): Trilha famosa pelo treinamento de aeromoças na selva. Ótima para estudo do meio e estudo de costões rochosos, oferecendo uma linda vista do mar e das praias de Guaratuba e Boracéia.Extensão: 8.000 metros
Grau de dificuldade: Alto
Tempo estimado: 10 horas ( ida e volta)

Trilha do Guaratuba: Trilha mais visitada do Parque é cercada por riachos, poços, cachoeiras belíssimas e pequenas praias naturais. Além disso, o visitante pode encontrar grande diversidade de vegetação, como florestas paludosa, de restinga e submontana, cada qual com suas belezas características, animais nativos, cores e formas. Ótima para estudos do meio, atividades de educação ambiental, passeio, ciclismo, corridas e muito mais!
Extensão: 4.140 m
Grau de dificuldade: Médio
Tempo estimado: 6 horas ( ida e volta)

Trilha do Itatinga: Trilha com saída embarcada de Bertioga, percorrendo o rio Itapanhaú e o rio Itatinga. Seu caminho é plano, com muita vegetação e rios de águas límpidas, que formam piscinas naturais. O trajeto dispõe de acampamento e café colonial no fim de tarde em uma das fazendas da região, onde é possível se hospedar e vivenciar uma experiência gastronômica com delícias típicas. O visitante pode ainda conhecer diversas trilhas de acesso aos rios e cachoeiras próximas.Extensão: 3.000 metros
Grau de dificuldade: Baixo
Tempo estimado: 7 horas (ida e volta)

PARA VISITAR: As trilhas podem ser agendadas via operadoras autorizadas pela Prefeitura Municipal de Bertioga. Confira abaixo a relação:

  • Associação Bertioguense de Ecoturismo (Abeco): (13) 3317-1835
  • Associação de Monitores Locais (Amolb): (13) 3317-5970

SOBRE O PARQUE: O Parque Estadual Restinga de Bertioga forma um corredor ecológico junto ao Núcleo Bertioga do Parque Estadual da Serra do Mar, garantindo a proteção da biodiversidade, deste o ambiente marinho, incluindo as costeiras e a restinga, até a floresta ombrófila densa. O PERB protege integralmente os rios Itaguaré e Guaratuba, além de cerca de 7 km das praias: Itaguaré, prainhas do Itaguá e Boracéia. A entrada no Parque Estadual Restinga de Bertioga sem autorização da Fundação Florestal é proibida. O visitante irregular está sujeito às penalidades da lei. Mais informações sobre Parque Estadual Restinga de Bertioga, podem ser obtidas na sede administrativa do parque, que fica na Rua Gonçalo da Costa, 140 – Centro, Bertioga ou pelo telefone (13) 3317-2094, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

DÚVIDAS: Avenida Tomé de Souza, 130 – Centro – CEP: 11250000
Telefone: (13) 3319 9150