Ir para o conteúdo

Prefeitura entrega obras da Nicolau Miguel Obeidi e anuncia construção de nova praça no Vista Linda

15 de outubro de 2021

Ruas do bairro devem receber também investimentos em drenagem e redutores de velocidade

Os moradores do Vista Linda ganharão uma ampla e moderna praça. O anúncio foi feito pelo prefeito  nesta sexta-feira (15), durante a entrega das obras de urbanização da Rua Nicolau Miguel Obeidi, importante corredor comercial do bairro e um dos principais acessos à Rodovia Rio-Santos.

Para melhorar a mobilidade e a qualidade de vida da população, a via recebeu diversos serviços: drenagem, asfalto, guias, sarjetas, calçadas com acessibilidade e sinalização viária.  Foram investidos mais de R$ 3 milhões, com recursos do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). As obras foram executadas pela Fasul Pavimentação e Consultoria.

“O Vista Linda está passando por uma grande transformação. Com os investimentos em infraestrutura e a nova praça, o bairro vai fazer ainda mais jus ao nome. Vamos garantir mais qualidade de vida e bem-estar a todos”, afirmou o prefeito.

O novo espaço de lazer e esporte do bairro será construído em área de mais de 4 mil m² na Avenida Anchieta, localizada próximo à Escola Municipal Hilda Strenger Ribeiro.

Com um projeto arrojado, a praça terá pista de skate, playground, academia ao ar livre de inox, aparelho de calistenia, além de áreas para mini street ball, circuito de corrida e atividades lúdicas e sensoriais. O local contará ainda com bancos, paisagismo e gradil de proteção. O investimento será de R$ 1 milhão, oriundos de emenda parlamentar.

O edital de licitação para contratação da empresa responsável pela construção do empreendimento deve ser publicado em breve.

Além da nova praça, o prefeito anunciou a instalação de redutores de velocidade na Nicolau Miguel Obeidi e investimentos em drenagem que beneficiarão diversas ruas do núcleo Vista Alegre, no Vista Linda. As obras, que são um passo importante para futura pavimentação, serão executadas com recursos do Ministério Público Federal, da ordem de cerca de R$ 1 milhão, com contrapartida do Município, e devem ter início ainda este ano.